Pular para o conteúdo principal

Capela de Nossa Senhora de Fátima - Tomé, Quixeré - Ceará.

Em cumprimento a uma promessa que fizera a Nossa Senhora de Fátima, intercedendo à Santíssima Virgem pela erradicação da malária, que causara uma epidemia nos anos trintas d0 Século XX, o Padre Francisco José de Oliveira construiu a Capela de Nossa Senhora de Fátima, cuja pedra fundamental foi lançada no dia 07 de Julho de 1940 às 15:00 h.
Os trabalhos de construção foram concluídos no dia 15 de agosto e a Capela foi benta e inaugurada no dia 08 de Setembro de 1940. Nessa mesma data, a imagem da Virgem de Fátima foi conduzida de automóvel por Padre Oliveira até a casa do Sr. Antônio Raimundo e de lá até a capela, levada em procissão por aproximadamente, 2600 pessoas.
Sua promessa consistia em construir um santuário à Nossa Senhora de Fátima e preservá-la como lugar de oração e penitência, no qual as mulheres só poderiam entrar, vestidas com decência e pudor (mangas compridas, e saias cobrindo os joelhos...).
A escolha do local segundo comentou muitas vezes o próprio Monsenhor Oliveira, se deveu a um sonho que tivera, quando certa vez fora dar a Extrema–Unção a um enfermo na serra. Ao voltar passando na casa do Sr. Lino Oliveira, mais conhecida por Lino de Zezé, lhe ofereceram uma rede para um breve descanso. Segundo ele, apenas adormecera e já despertava com a sensação de que ouvira uma voz que dizia: construa o santuário de Fátima aqui. Ele dizia que fora um sonho. Um breve sonho.
Durante 48 anos e 7 meses, Monsenhor cumpriu na íntegra sua promessa, celebrando tradicionalmente aos dias 13 de cada mês, venerando com seus paroquianos a Virgem de Fátima e preservando a Capela, nos moldes que fora construída. Hoje, apesar de se manter firme a fé, o propósito de contínua piedade e a dedicação à Nossa Senhora de Fátima, a referida capela permanece apenas na lembrança dos que bem a conheceram. Pois como se estivesse traçado pelo destino, a mesma sobreviveu somente os anos que também sobreviveu o seu idealizador, arquiteto e zelador maior, Monsenhor Francisco José de Oliveira. Essa Capela foi demolida pelos moradores da Vila de Fátima, 49 anos depois de construída e pouco tempo depois da morte de Monsenhor.
No mesmo lugar construíram em 1990 a nova capela bem maior que a primeira. Haja vista seus vinte e um metros de comprimento com onze metros de largura, Essa nova Capela foi benta e inaugurada em 13 de outubro daquele ano, Pelo Reverendíssimo Dom Pompeu e por Monsenhor Diomedes então, vigário da paróquia. Em 1998 construíram a torre e colocaram o sino que foi doado pelo cidadão Raimundo Xavier de Menezes, pouco antes de seu falecimento. Essa Igreja hoje conta, também, com uma pequena irradiadora que é de grande utilidade para o povo do distrito.

Comentários

Quero parabenizar a professora Dalvani por resgatar a cultura e história de Quixeré através deste Blog. Sou baiano e conheci Quixeré no ano de 1989 através do saudoso Raimundo Xavier de Menezes. Trabalhei com ele na Jacodiesel em Jacobina e não pude deixar de emocionar-me ao lê-lo citado aqui. Adorei conhecer a pacata cidade de Quixeré e o seu acolheder povo. Daí, apesar de ter ficado apenas durante uma semana, guardo ótimas lembranças.
Meu abraço a todo vocês.
José Carlos Benigno

Postagens mais visitadas deste blog

Evolução Política de Quixeré

O Quixeré dos currais, ainda sem denominação e o Quixeré sítios conhecido como Tabuleiro do rio Quixeré, teve sua evolução política a partir de sua elevação à vila pela Lei Nº. 1.156 em 04 de dezembro de 1933. Criação da subprefeitura LEI Nº 07 de 22/10/1955, com instalação da mesma em 10/01/1956 e a criação do município pela Lei 5.573 de 11/04/1957 e instalação do mesmo em 15/05/1957. Aos 03 de fevereiro de 1957, realizou-se um plebiscito sobre a emancipação política do distrito de Quixeré. Em 05 de abril de 1990 foi promulgada a lei Orgânica do Município.
A subprefeitura de Quixeré teve somente um subprefeito e para tal cargo foi nomeado o Sr. João Lima de Oliveira. O período de sua administração foi de 15 de maio de 1957 a 25 de março de 1959.
Administração atual: Em 01/01/2005 tomou posse o Prefeito Raimundo Nonato Guimarães Maia e o Vice-Prefeito Francisco José de Oliveira. Composição da Câmara: José de Lima – Presidente, João Batista dos Santos Neto, Raimundo Alcides de Matos Lim…

SIGNIFICAÇÃO DO TOPÔNIMO QUIXERÉ

É uma palavra indígena de significado desconhecido. Também não se sabe quem deu esse nome ao rio que é um braço do rio Jaguaribe, nasce no município de Tabuleiro do Norte, passa por terras de Limoeiro do Norte e atravessa o município de Quixeré, desaguando no rio Jaguaribe no município de Russas.
Há suposições de que Quixeré seria uma aldeia indígena, uma tribo, ou mesmo um índio. Para essa hipótese Quixeré significaria lugar onde habita o porco do mato, também conhecido como queixada ou porco espinho.

RELAÇÃO DAS SECRETARIAS MUNICIPAIS DE QUIXERÉ

SECRETARIA DE AGRICULTURA E DESENVOLVIMENTO RURAL

NOME DO SECRETÁRIO: JOSÉ FAGNER BRITO

FUNÇÃO/O QUE FAZ?
COORDENA E EXECUTA POLITICA EM PROL DA AGRICULTURA FAMILIAR.
CEL: 92263061
************************************************
 SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E CAPITAÇÃO DE RECURSOS

NOME DO SECRETÁRIO: ANTÔNIO DE SOUSA

FUNÇÃO/O QUE FAZ?
COORDENA A ELABORAÇÃO E EXECUÇÃO DO ORÇAMENTO E LIDA DIRETAMENTE COM A ELABORAÇÃO E PROJETOS E A CAPTAÇÃO DE RECURSOS JUNTO OS GOVERNOS ESTADUAL E FEDERAL.
TELEFONE: 3443-1140 - CEL: 92268263
*********************************************************************************
SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO
NOME DO SECRETÁRIO: JESUS ORLEUDO NERY RIBEIRO

FUNÇÃO/O QUE FAZ?
COORDENA AS DEMAIS SECRETARIAS E AUXILIA DIRETAMENTE AO GABINETE DO PREFEITO

TELEFONE: 3443-1274 - CEL: 92268141
****************************************************************************

 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
NOME DO SECRETÁRIO: FRANCISCO VALDINISIO DE SOUSA

FUNÇÃO/O QUE FAZ?
DESENVOLV…